REINO ANIMAL (2010)

Reino Animal | Animal Kingdom | dir. David Michôd | Austrália | ★★★★

Reino Animal Poster

Reino Animal” reúne todos os elementos esperados em um filme alternativo. De maneira geral, trata de uma fábula contemporânea que utiliza a violência do subúrbio de Melbourne, na Austrália, como o habitat de uma família inserida numa guerra urbana. Em meio a isso, encontra-se um jovem tão vulnerável quanto um cervo manco, assustado com uma ninhada insolente de irmãos que estão sob os cuidados de uma leoa, a matriarca (Jacki Weaver) de um grupo intolerante. Essa é uma forma de interpretação explícita que todos (ou ao menos os cinéfilos) deveriam embarcar. O que J. – o protagonista – não esperava é que acabaria sendo jogado numa família enfrentando uma guerra entre policiais e bandidos. Em meio a esse conflito armado, um amigo da família, o assaltante de bancos Barry (Joel Edgerton) é morto, o que dá inicio a uma série de acontecimentos que estará fora do alcance de J. Do outro lado, está o honesto policial Leckie (Guy Pearce), que quer ajudar o garoto ainda não contaminado, protegendo-o do perigo que seus tios e avó representam. O diretor estreante David Michôd se baseia numa história real para retratar essa família criminosa. De maneira bem sutil, ele nos eleva a uma capacidade de raciocínio interpretativo muito bem. Não que seja tarefa fácil. “Reino Animal” talvez seja seu grande trunfo, uma pérola em meio a tantos filmes que se auto vangloriam por se utilizar do baixo orçamento como desculpa para um tratamento estético tão sujo. A sensação que temos é que o personagem principal precisa ser caça ou caçador, uma decisão emergente. Claro que “Reino Animal” não serve como discurso para o “despertar da sociedade”. O que é relevante aqui é analisar como estão sendo usadas as diversas simbologias através da história dessa família comparada com a vida de animais em seu meio natural. É um verdadeiro convite pra isso.

Resumo
Data
Título
Reino Animal
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.