ANACONDA (1997)

Anaconda |​ ​dir.​ ​Luis Llosa ​|​ ​EUA ​|​ ​★

Anaconda Poster

Quando eu era garoto, o filme Anaconda era desses que não parava na videolocadora para alugar. Ou seja, no meu bairro de infância era um sucesso, porém quando fui assistir, eu, mesmo pequeno, sabia que se tratava de uma bomba. O revi depois de tantos anos e só confirmei que é mesmo trágico. É claro que a aura cult que ele ganhou o ajuda a se tornar ao menos divertido. Além disso, achei o CGI um tanto quanto honesto para os moldes da época, no qual um minuto computadorizado custava cerca de cem mil dólares (segundo dados da própria produção de Anaconda). A trama dirigida por peruano chamado Luis Llosa se passa no coração da floresta amazônica, mais especificamente no Rio Negro. É lá que um grupo de documentaristas vão para fazer um trabalho apresentando um grupo indígena que vive por ali. Na equipe encontra-se a diretora Terri Flores (Jennifer Lopez), acompanhada de seus colegas interpretados por nomes como Eric Stoltz, Owen Wilson e Ice Cube. No caminho, eles ajudam um ex-padre (Jon Voight mais over do que nunca), que trabalha capturando clandestinamente cobras, em especial a Anaconda, uma espécie de tamanho absurdo cuja principal característica é matar sua presa – em especial humanos – a prendendo para só depois engoli-la inteira. Mas em Anaconda, as características do bicho são ainda mais adversas, já que solta grunhidos, uma alta capacidade de captura mesmo no ar, resistência ao fogo e não tem aquele momento de hibernação para digerir uma alimentação. Não sou biólogo, mas tenho quase certeza que esse é um comportamento padrão do ofídio. O filme é uma bagunça, com uma extensa quantidade de falsos sustos e momentos de vergonha alheia por parte de todo o elenco. E a minha decepção maior foi perceber ainda que boa parte das cenas no barco tinha um fundo falso de chroma key. Que decepção!

Resumo
Data
Título
Anaconda
Avaliação
11stargraygraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.