DEATH NOTE (2017)

Death Note ​| dir.​ Adam Wingard ​|​ ​EUA​ ​|​ ​★★

Death Note Poster

Meio que sem querer eu acabei conferindo este Death Note, um dos mais recentes lançamentos originais da Netflix. O que eu sabia de antemão sobre o filme era que se tratava do remake de uma anime muito popular que fora lançado em 2006, e que por sua vez era uma adaptação de uma manga também muito adorado. Tudo isso trouxe uma responsabilidade por vezes injusta com Death Note. Pela minha timeline no Facebook, eu pude perceber que, além de conhecer muita gente que conhecia o material original, praticamente todos eles estavam odiando a versão norte-americana. Eu não vou nem entrar na questão do whitewashing (que significa o “embraquecimento” que a indústria faz com personagens em adaptações e tira a representatividade do personagem originalmente desenvolvido), porque isso tomaria um tempo por vezes delicado para desenvolver. A minha questão era: Death Note dá conta do recado? Falando por mim, que nem consumidor de animes sou, diria que não. É nítida a rapidez desnecessária que tiveram ao contar as desventuras de Light Turner (Nat Wolff), um estudante que, do nada, vê cair aos seus pés um diário mitológico. A magia por trás do caderno está no fato de que, ao escrever o nome de qualquer pessoa – desde que o rosto desta seja mentalmente visualizado – com a forma de morte que ela deve ter, isso irá acontecer. Tal poder em mãos erradas pode gerar uma bagunça na ordem do mundo, seja em questões punitivas como a de livre-arbítrio. O monstro que acompanha o caderno da morte, Ryuk (voz de Willem Dafoe) me fez lembrar bastante “O Labirinto do Fauno” (2006), o que deveria ser um baita elogio. No entanto, Death Note fica para mim como um filme que, sim, dá pra ver que tem um material bacanudo por trás – o início é bem promissor – mas a dificuldade em defender uma identidade e o clima de resumão incomodaram bastante.

Resumo
Data
Título
Death Note
Avaliação
21star1stargraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.