TOY STORY 2 (1999)

Toy Story 2 ​|​ ​​dir.​ John Lasseter, Ash Brannon ​|​ ​EUA​ ​|​ ​★★★★★

Toy Story 2 Poster

Tirei um dia para ficar no sofá da sala dos meus pais e fazer uma maratona de… Toy Story. E agora é a vez de Toy Story 2, a continuação de 1999 para um filme que foi considerado perfeito, fez história nas premiações de cinema e gerou uma receita absurda para a Pixar. Ou seja, a pressão era enorme. E posso dizer que a expectativa foi superada sem grandes preocupações. Pelo menos pra mim, e não duvido que para os outros fãs da série também. Os brinquedos que conhecemos estão todos aqui, mais uma vez sob a liderança do cowboy Woody (Tom Hanks) e seu parceiro de aventuras, Buzz Lightyear (Tim Allen). Prestes a viajar para um acampamento de férias junto ao seu dono Andy, Woody acaba tendo o seu braço rasgado e colocado numa prateleira. O que não o poupou de salvar um de seus colegas de ir parar num bazar de jardim e ele mesmo ser roubado por um dono de uma loja de brinquedos que pretende vendê-lo para um milionário japonês. Enquanto aguarda a viagem para o outro lado do mundo, Woody conhece a sua história, sendo parte de uma coleção também estrelada por Jessie (Joan Cusack), um cavalo e um ancião. Enquanto isso, os amigos de Woody darão mais uma exemplo de lealdade ao tentar resgatá-lo antes que seja tarde demais. Eu sei que está ficando cansativo eu continuar falando da qualidade narrativa da Pixar. Mas em Toy Story 2 temos exemplos ainda mais pontuais sobre o que é tratar de assuntos universais (a lealdade, rejeição, saudade, etc.) em prol dos seus personagens. Vez ou outra eles são colocados em situações em que são obrigados a refletir sobre o seu lugar no mundo. E isso, meus caros, é custoso até para filme live action. Quem dirá nessa verdadeira aula de cinema que é Toy Story 2. Continuação aprovada com louvor.

Filmes Relacionados:

Resumo
Data
Título
Toy Story 2
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.