SMASHED: DE VOLTA À REALIDADE (2012)

Smashed: De Volta a Realidade | Smashed | dir. James Ponsoldt | EUA | ★★★★

Smashed Poster

Não sabia que iria me surpreender tanto com “Smashed: De Volta a Realidade”, já que também é um desses filmes que sofreu a resignação do mercado e ficou fadado ao esquecimento nas prateleiras das lojas. Apesar de não ter sido lançado nos cinemas brasileiros, a obra conquistou destaque em diversos festivais de cinema independente e chegou a cravar até indicação de melhor atriz no Independent Spirit Awards. De fato, trata-se de um tour de force da carismática Mary Elizabeth Winstead, que aqui faz um trabalho difícil e – talvez por isso – recompensador. Ela interpreta Kate (Mary Elizabeth Winstead), uma professora primária casada com o jornalista freelancer Charlie (Aaron Paul). As bebidas sempre estiveram presentes na vida de Kate, que nunca se deu conta de que isso poderia se tornar um problema (sua família sempre bebeu muito e o marido sempre a acompanha nos porres). Ela percebe que pode estar precisando de ajuda quando vai trabalhar de ressaca e acaba vomitando na frente dos alunos, o que a obriga a mentir dizendo estar grávida. Com a ajuda do colega Dave (Nick Offerman), ela vai parar nas reuniões dos Alcoólicos Anônimos, onde terá o apoio de Jenny (Octavia Spencer). O problema é que essa redenção pode custar o casamento, já que o esposo, apesar de entender, não apóia inteiramente a decisão de Kate. “Smashed” tem, como principais pontos de partida, a natureza da decisão por trás do vício, que aqui se apresenta através do alcoolismo e também do amor. Afinal, o amor também pode ser um vício, na forma de um condutor que leva às vias da destruição. O filme, sem render-se às maquiagens e saídas fáceis, surpreende nesse sentido, mesmo que nos faça inferir que Kate passará por todas as etapas que incluem recaídas e redenção. Curto e completamente envolvente, “Smashed” conclui satisfatoriamente sua história de maneira adulta, o que me satisfez ainda mais.

Resumo
Data
Título
Smashed: De Volta a Realidade
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.