SOLTEIROS COM FILHOS (2011)

Solteiros Com Filhos | Friends with Kids | dir. Jennifer Westfeldt | EUA | ★★★★

Solteiros Com Filhos Poster

Em “Solteiros Com Filhos” Jennifer Westfeldt (protagonista e roteirista de “Beijando Jessica Stein”, de 2001) novamente planeja deturpar a imagem que outras pessoas poderiam ter sobre questões particulares de cada um.

Ela é Julie, uma mulher solteira em meio aos casais de amigos – Leslie (Maya Rudolph)/Alex (Chris O’Dowd) e Missy (Kristen Wiig)/Ben (Jon Hamm). Para consolá-la em meio aos amigos que aumentam a prole cada vez mais, ela tem o seu grande amigo de faculdade, o garanhão Jason (Adam Scott). E é justamente com Jason que Julie decidirá ter um bebê, embora isso cause certa estranheza nas pessoas, pois o casal decidiu manter a amizade em todos os estágios da gestação. Não é preciso ser gênio pra saber que uma decisão como essa poderá afetar sentimentalmente os dois. Não tem como não continuar falando da inteligência de Jennifer Westfeldt ao longo do texto.

Ela escreveu o roteiro do longa tendo, como ponto de crítica, o fato da sociedade tentar julgar que um casal só se realiza quando estão, enfim, casados e com filhos. A própria atriz e roteirista leva uma vida similar à sua protagonista. Casada com Jon Hamm, ela também não tem filhos e, pelo visto, não vê problema nenhum nisso. Essa discussão é levada à tona na história através do detalhamento dos “casais-família” que, mesmo correspondendo às expectativas sociais, não são, necessariamente, um exemplo de felicidade.

Solteiros com Filhos” vai ainda mais fundo. Demonstra, com uma boa coesão, como nós somos vítimas fáceis dos nossos sentimentos, mesmo que julguemos estar com o total controle dos mesmos. Eu mesmo me senti obrigado a avaliar minhas próprias convicções – no que tange relacionamentos amorosos – para saber se a determinação do casal principal iria dar certo ou não. É uma pena que Jennifer Westfeldt não tenha arriscado até o fim. No terceiro ato, ela dá uma leve acovardada, entrando em contradição com seu próprio discurso. Mas nem por isso eu diria que o filme é um desastre completo. Ver adultos se relacionando de verdade no cinema pede filmes inteligentes. E nisso, em grande parte, essa história não decepciona.

Resumo
Data
Título
Solteiros com Filhos
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

4 Comentários

  1. Eu também adorei o filme. Westfeldt cria mesmo um script inteligente e que envolve o espectador. Concordo, inclusive, da “acovardada” no terceiro ato, pois permita-me dizer, mas achei o final bem “mulherzinha” para agradar ao público. Não esperaria que fosse tão fácil assim… Agora discordo da alfinetada a “Apenas uma Noite”, que considero outra belíssima surpresa desse ano, um “Closer” menor e com menos acabamento, mas também um ótimo e deprimente filme.

    Abs!

  2. Que bom q vc se surpreendeu com o filme. Eu ainda não vi, esperava algo meio abobalhado, como a maioria das comédias americanas atuais. Gostei de saber que não é assim. Agora verei. Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *