TERRA PROMETIDA (2012)

Terra Prometida | Promised Land | dir. Gus Van Sant | EUA | ★★★★

Terra Prometida Poster

Em “Gênio Indomável” (1997), o diretor Gus Van Sant trabalhou com roteiro escrito pelo jovem Matt Damon e seu então melhor amigo Ben Affleck. 17 anos depois, Van Sant lança mais uma parceira com Damon, dessa vez com roteiro co-assinado por outro amigo, John Krasinski, rosto conhecido por conta de seu personagem na série “The Office”. “Terra Prometida” foi lançado há pouco mais de um ano e teve êxito nas poucas ocasiões em que foi exibido em festivais, garantindo inclusive um prêmio especial em Berlim. Entretanto, o filme chega por aqui diretamente em DVD neste mês e, mesmo assim, ameaça ser pouco visto. Isso porque trata de um assunto pouco conhecido: a extração do gás natural por parte de empresas do setor.

Na história, o personagem Steve Butler (Matt Damon) trabalha numa dessas grandes corporações e parte, junto com a colega Sue (Frances McDormand), para uma cidade do meio-oeste dos EUA para convencer os habitantes daquela região a arrendar seus acres de terras, obviamente por preços módicos. Eles, no entanto, terão empecilhos como a convicção de um professor universitário (Hal Holbrook) que contesta os perigos dessa prática e um ferrenho ambientalista (John Krasinski). Steve, que cresceu num município que também dependia de empregos manufatureiros, terá suas próprias convicções éticas reavaliadas, em parte porque irá se envolver com uma professora local (Rosemarie DeWitt).

Ou seja, “Terra Prometida” pode até parecer uma obra previsível, já que desde o começo constrói um personagem pronto para rever seus valores, mas confesso que a relutância do próprio protagonista é guiada de maneira orgânica. Ele realmente acredita não estar fazendo nada de muito errado para os habitantes daquela cidade, ao mesmo tempo em que se vê numa grande sinuca de bico em estar a serviço de uma empresa que gera milhões. O processo para obtenção do gás, conhecida como “fracking”, demanda grandes emissões de poluentes para conseguir atravessar o xisto betuminoso. A boa vontade do ecologicamente correto Matt Damon é bastante didática e resulta num filme que merecia ser mais bem reconhecido, pois funciona como drama e, acima de tudo, como discurso.

Resumo
Data
Título
Terra Prometida
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *