THE EYE – A HERANÇA (2002)

The Eye – A Herança | Gin gwai | dir. Danny Pang, Oxide Chun Pang | Hong Kong | ★

The Eye Poster

Antes da correria da Mostra Internacional, eu havia me planejando para ver seis títulos de terror asiático e não havia visto nem metade. Retomei pela curiosidade com “The Eye – A Herança”, que foi dirigido pelos chamados irmãos Pang, dois gêmeos que ficaram muito populares no país por conta deste filme que logo se tornou uma franquia. Para a minha surpresa, o filme é bem ruim. Tem um amadorismo na condução, que fica tudo parecendo um grande trabalho de conclusão de curso. Os atores deslocados, algumas tomadas que custam a serem cortadas e a trama é mais batida que beijo na boca em filme de romance. A mocinha da história é Mun (Angelica Lee), uma garota que é cega desde criança e ganha um transplante de córnea. A partir daí ela passa, ainda com a versão turva, a perceber movimentações estranhas. Suas visões basicamente são de sombras da morte, que segundo a visão taoista do negócio, são responsáveis por levar a alma dos falecidos para o vale da morte. Com a ajuda de seu terapeuta, Mun irá investigar o passado de sua doadora para entender o que se passa. A história, como se vê, é banal e facilmente previsível. Não há nem mesmo surpresa quando algumas revelações acontecem, porque já deduzimos isso nos primeiros dez minutos de filme. E o pior é que, mesmo quando tudo está supostamente resolvido, os irmãos Pang acharam que seria uma boa ideia – talvez com o receio da curta duração – acrescentar uma sequência de acidente que exige um CGI estapafúrdio. E nem dá pra se divertir com a trasheira do conteúdo porque é algo que pretende ser levado a sério, intencionalmente ou não. Para quem ficou curioso, “The Eye – A Herança”, sim, tem remake americano que foi estrelado por ninguém menos que Jessica Alba. Será que eu vejo?

Filmes Relacionados:

• Visões (2004)
• Visões 2 – A Vingança dos Fantasmas (2005)
• Olhos de Criança (2010)

Resumo
Data
Título
The Eye – A Herança
Avaliação
11stargraygraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.