TOM NA FAZENDA (2013)

Tom na Fazenda | Tom à la Ferme | dir. Xavier Dolan | Canadá | ★★★

37ª Mostra Internacional de São Paulo

Tom na Fazenda Poster

Xavier Dolan já foi considerado o cineasta prodígio de uma nova geração. Decepcionou meio-mundo com seu filme anterior, “Lawrence Annyways” (2012), mas volta à boa forma nesse ano com “Tom na Fazenda” (Tom à la Ferme), um thriller psicológico sufocante.

Com um estilo diferente do seu habitual, Dolan interpreta Tom, um jovem publicitário que sai de Montreal para uma fazenda distante. A intenção é participar do funeral de seu namorado na cidade onde este cresceu. O problema é que a mãe do rapaz morto (Lise Roy) nunca soube que seu filho era gay. Tom se apresenta, portanto, como um amigo do finado. O único que sabia da relação dos dois é Francis (Pierre-Yves Cardinal), o outro filho de Agathe. Extremamente violento, ele força Tom a manter o segredo e ajudá-lo a criar uma nora para que sua mãe se mantenha tranquilizada. A pressão que Tom sofre vai ganhando maiores nuances no decorrer da história.

O que tem de mais interessante em “Tom na Fazenda” é acompanhar esse jogo perverso protagonizado por Tom e o cunhado Francis. Este último, com uma perceptível homossexualidade latente, projeta a sua hegemonia sobre a figura vulnerável do personagem principal, que vai alimentando um sentimento que, presumo eu, seja a definição da Síndrome de Estocolmo. Como não poderia deixar de ser, a obra mantém a paleta autoral de Xavier Dolan, que guarda os momentos de extrema elegância em cenas pontuais, como até mesmo a sequência inicial ou no suspense criado num milharal.

Tom na Fazenda”, que foi bem recebido em Veneza, é adaptação da peça de Michel Marc Bouchard, dramaturgo renomado em Quebec. Posso não ter gostado do filme inicialmente, mas confesso que fiquei atordoado horas depois de tê-lo assistido. Para mim, isso é um indício de que um trabalho foi devidamente expressivo. Dolan, com apenas 24 anos, consegue transpor a sua afetação visual de uma maneira que pode não ser a mais inspirada de sua (ainda curta) carreira, muito menos atinge o seu grande potencial, mas é preciso reconhecer que o cara sabe falar diretamente com seus espectadores mais devotos. Trata-se de um bom retorno.

Resumo
Data
Título
Tom na Fazenda
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *