TRAINSPOTTING – SEM LIMITES (1996)

Trainspotting – Sem Limites | Trainspotting | dir. Danny Boyle | Reino Unido | ★★★★★

Trainspotting – Sem Limites Poster

Polêmico. Esse já seria um adjetivo que resumiria muito bem essa obra de Danny Boyle, baseado no livro homônimo de John Hodge, de 1993. Aclamado pela crítica e logo tido como um dos filmes mais queridos dos anos 90, “Trainspotting – Sem Limites” passou por severas críticas, dentre as quais foi acusado de incentivar a violência e o uso de drogas.

Na clubber Edimburgo, Renton (Ewan McGregor) relata sua amizade com Spud, Sick Boy, Tommy e o alcoólatra Begbie. A relação do grupo se faz com muita festa e uso excessivo de heroína, uma droga que acarreta num nefasto efeito na vida de cada um. Apesar das várias tentativas de abandonar a droga, Renton sempre acaba voltando ao círculo autodestrutivo. Nessa busca desenfreada por prazer, os amigos convivem com furtos, tráfico, prostituição e violência. E o provável final deles pode não ser tão agradável quanto planejam ter.

Tentando se despir ao máximo de moralismos, Danny Boyle – auxiliado pela obra fenomenal de Hodge – consegue mostrar o lado obscuro disso tudo. Como se não fosse suficiente, o diretor ainda quer jogar em nossa cara o perverso caminho para o qual um vício pode nos puxar, sempre nos fazendo crer que, para cada escolha que façamos, o resultado dela pode vir de maneira extremamente pesada. No decorrer de “Trainspotting – Sem Limites“, a gama de sentimentos que chega até nós é variada. Do nojento para o prazeroso, do repulsivo para o manifesto. Boyle não quer brincar com entrelinhas. Tudo é atirado – e com força – para toda uma sociedade julgar. A trilha sonora é milimetricamente bem casada com o desenrolar dos acontecimentos dessa montanha-russa de apreensões e funciona perfeitamente para a vibração que o longa sustenta, assim como a montagem tão frenética, as referência cults e a nova linguagem de videoclipe que tomou a década de 90.

É um filme necessário em bons debates sobre o tema, se tornando obrigatório quando a discussão perpassa o levantamento de questões onde a moralidade toma forma.

Filmes Relacionados:

T2 Trainspotting (2017)

Resumo
Data
Título
Trainspotting - Sem Limites
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *