TUDO VAI FICAR BEM (2015)

Tudo Vai Ficar Bem | Every Thing Will Be Fine | dir. Wim Wenders | Canadá | ★★

Tudo Vai Ficar Bem Poster

O diretor alemão Wim Wenders, que já fez trabalhos icônicos com “Paris, Texas” (1984) e “Asas do Desejo” (1987), vinha há quase uma década se dedicando aos documentários. Ele volta ao cinema de ficção com esse “Tudo Vai Ficar Bem”, um drama insosso com ninguém menos que… James Franco! E nessa sua tentativa em voltar a ser levado a sério a coisa não funcionou. O filme é costurado numa sucessão de acontecimentos quase isolados, que mais parece um resumo capenga de uma série de TV ruim. James Franco faz Tomas, um escritor que se encontra numa pequena cabana em meio à neve para desenvolver o seu novo romance. Indo para sua casa onde a namorada, Sara (Rachel McAdams), o espera, Tomas acaba atropelando uma criança. A partir daí, iremos acompanhar o processo de autodestruição dele, que vai da tentativa de suicídio à construção de uma família. Enquanto isso, a mãe da criança atropelada, Kate (Charlotte Gainsbourg), tenta lidar com o luto. “Tudo Vai Ficar Bem foi exibido no último Festival de Berlim em 3D, algo que não foi visto nos cinemas brasileiros, mas que ainda sem relevo é percebida um desenvolvimento para que o 3D funcione como imersão. A história é arrastada e, mesmo apresentando longos períodos de tempo, a sensação é de que não sai do lugar. Por falar no protagonista, Tomas é um cara que não facilita a sua identificação. Para compensar todo o esforço que eu estava disposto a fazer, “Tudo Vai Ficar Bem” ironicamente melhora em seu desfecho, que deixa mais claro o desafio em falar sobre redenção de forma até mesmo positiva. Apesar de não ser grande conhecedor do cinema de Wim Wenders, posso me arriscar em dizer que até mesmo fãs do cineasta irão concordar que este definitivamente não está no hall de seus bons filmes.

Resumo
Data
Título
Tudo Vai Ficar Bem
Avaliação
21star1stargraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.