UM CASO DE AMOR (1994)

Um Caso de Amor | The Sum of Us | dir. Geoff Burton, Kevin Dowling | Austrália | ★★★

Um Caso de Amor Poster

Demorou um tempão para eu conseguir encontrar esse antigo, modesto e pouco conhecido filme australiano que traz Russel Crowe garotão interpretando um gay bastante convicto. “Um Caso de Amor” foi muito elogiado na época do seu lançamento pela maneira naturalista em retratar o convívio de pai e filho sem segredos, algo muito peculiar se levado em consideração a limitação de histórias que fazem relatos assim. O roteiro do israelense David Stevens é uma adaptação de sua própria e está repleto de relatos sobre o amor em diversas abordagens, algumas mais dolorosas do que outras. Harry (Jack Thompson) é um viúvo que divide a casa com seu filho Jeff (Russell Crowe), um encanador de 24 anos que tem um ótimo relacionamento com o pai. O fato de ser homossexual assumido não é problema entre os dois. Contrariando o sendo comum, Harry não se importa nem mesmo em atrapalhar o encontro do filho para perguntar a preferência de chá do pretendente à genro. O jardineiro Greg (John Polson), um dos casos de Jeff, estranha a liberalidade de Harry, já que os seus pais muito provavelmente não aceitariam a sua condição. Diante de uma circunstância do destino, pai e filho se aproximam ainda mais, evidenciando uma busca conjunto por amor. “Um Caso de Amor” é um filme bastante falado. Quando não está dialogando com alguém, Harry quebra a quarta parede para tornar o espectador em seu confidente. E lá se vai muito papo sobre desilusões e expectativas. As reflexões de Jeff também são bem conduzidas, com o destaque para o momento em que percebe que toda forma de amor é válida (já que é natural) após entender que a sua avó paterna manteve uma relação lésbica que atravessou décadas. Ainda que force um pouquinho a mão na segunda metade, o filme foi uma boa surpresa.

Resumo
Data
Título
Um Caso de Amor
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.