UMA LIÇÃO DE VIDA (2001)

Uma Lição de Vida | Wit | dir. Mike Nichols | EUA | ★★★

Uma Lição de Vida Poster

Eu assisti novamente ao “Uma Lição de Vida”, esse telefilme da HBO que já me surpreendera naquela época por conta do trabalho esplêndido da britânica Emma Thompson e também pela maneira até então inédita (para mim) de mostrar o lado obscuro de um tratamento contra um câncer em primeira pessoa, quase que como um monólogo. Revê-lo tantos anos depois foi uma experiência enriquecedora, principalmente porque agora pude entender muito mais a característica da obra em dialogar o drama de sua protagonista com suas abstrações poéticas. A personagem central é Vivian Bearing (Emma Thompson), uma professora universitária de língua inglesa – doutora em Filosofia – especializada nos hermético poeta John Donne. Seu drama se inicia quando descobre um câncer terminal nos ovários em estágio IV (“não existe um quinto estágio”, como ela mesma alerta), fazendo com que tenha que iniciar um tratamento com o Dr. Harvey Kelekian (Christopher Lloyd) e sua equipe. Durante esse doloroso processo, Vivian se apoia em suas reminiscências que envolvem a infância, o início da vida acadêmica e a maneira incisiva em que dava suas aulas, além, é claro, de fazer paralelos entre os escritos de John Donne sobre a finitude e o estado em que se encontra. Se por um lado eu tive um acréscimo de novas camadas em “Uma Lição de Vida” para explorar, foi uma pena me dar conta de que o filme também tenha ficado um tanto quanto cansativo, o que me surpreendeu, já que tenho o maior carinho pelo diretor da fita, Mike Nichols (“A Primeira Noite de um Homem”, “Closer – Perto Demais”). Ainda assim, é inegável se tratar de um trabalho de merecidíssimo destaque da sempre ótima Emma Thompson (conquistou indicações obrigatórias para premiações como Globo de Ouro e Emmy) e um tratado muito sensível sobre a morte, que aqui ganha um caráter não de um ponto final, mas de uma vírgula.

Resumo
Data
Título
Uma Lição de Vida
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.